menu
Topo
Blog do Dan Josua

Blog do Dan Josua

Histórico

Por que, assim como Anitta, deveríamos todos dar um tempo do celular

Dan Josua

08/03/2018 04h15

Depois de maratona de shows no Carnaval, Anitta tira folga e faz "detox digital" (Crédito: Raphael Mesquita/Brazil News)

A cantora Anitta ficou, em suas férias, quatro dias desconectada das mídias sociais, da internet e de seu celular. Na volta, mandou textão nas mesmas mídias sociais defendendo que, de tempos em tempos, todo mundo deveria experimentar férias de seus telefones. "Conectar-se é importante", ela escreveu, mas se desconectar também.

E a ciência mostra que ela tem razão.

Uma importante pesquisa com adolescentes aponta que o aumento de depressão, ansiedade e tendências suicidas parece estar relacionado ao aumento do uso de mídias sociais nos celulares (especialmente em meninas) [1].

Outra pesquisa, um experimento com mais de 1.500 pessoas na Dinamarca, mostra que dar uma semana de pausa no Facebook tem impacto positivo no humor das pessoas [2]. Ou seja, quem deixa de usar mídia social por uma semana se sente mais feliz do que as pessoas que continuam acessando o Facebook normalmente.

A internet permite que uma pessoa no Brasil se comunique com um desconhecido na Austrália. O mundo ficou menor e cabe no bolso da minha calça.

Ao mesmo tempo, ter acesso ao mundo todo com tanta facilidade parece nos afastar das pessoas que estão à nossa frente.

No lugar das relações de carne e osso, de sorrisos e lágrimas, as mídias sociais nos expõem diariamente a um coquetel de conquistas. Todo mundo parece feliz o tempo todo no Facebook. Mesmo sabendo que a tela do celular não é um retrato preciso de ninguém, sofremos os efeitos de ver milhares de vidas perfeitas, enquanto as nossas são cheias de dores e fracassos.

Mas o dano maior parece se dar pelo que perdemos quando passamos horas e mais horas olhando para o celular: perdemos todo o resto.

A família que deixa de conversar com os filhos adolescentes porque todos estão concentrados em seus celulares. O viajante que deixa de conhecer pessoas novas porque precisa postar a foto perfeita no Instagram. O casal que deixa de se olhar para rir da mensagem do grupo de Whatsapp.

O caminho para a felicidade parece passar por relações profundas e pela capacidade de aproveitar o momento presente. Essas são as duas coisas que perdemos quando passamos horas empurrando as imagens das vidas dos outros, distantes e quase desconhecidos, na tela de nossos celulares.

É estranho ouvir o conselho de quem é notícia depois de sumir da internet por quatro dias, mas a ciência precisa concordar com a Anitta. E, talvez, parodiá-la: Vai malandra e desliga o celular.

Referências:

[1] http://www.newscastmedia.com/depression.pdf

[2] https://www.researchgate.net/publication/309895983_The_Facebook_Experiment_Quitting_Facebook_Leads_to_Higher_Levels_of_Well-Being

Sobre o autor

Dan Josua é psicólogo, mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Fez especialização em Terapia Comportamental e Cognitiva pela USP (Universidade de São Paulo) e tem formação em Terapia Comportamental Dialética pelo Behavioral Tech / The Linehan Institute, nos Estados Unidos. Atua como pesquisador e professor no Paradigma - Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento e dá cursos pelo Brasil afora ajudando a difundir a DBT pelo país.

Sobre o blog

É muita loucura por aí. Trânsito, mudanças climáticas, tensões em relacionamentos, violência urbana, maratona de séries intermináveis, spoilers em todos os cantos, obrigação de parecer feliz nas mídias sociais, emoções à flor da pele. O blog foi criado para ser um refúgio de tudo isso. Um momento de calma para você ver como a ciência do comportamento humano pode lhe ajudar a navegar no meio de tanta bagunça.